Blog Capital10

Como criar um operacional de trade

Todos os traders já passaram pela fase de conhecer o mercado, ir atrás de informações e assim assistir vídeos na internet de algum operacional, tentar replicar aquilo que viu, mesmo sem entender de onde vêm, qual o fundamento ou a lógica, não seguir o trade system apresentado e chegar a conclusão de que “não funciona”.

Volta para a internet e procura outro operacional, cursos gratuitos, tenta replicar, fica com receio de seguir, faz coisas que não competem ao operacional, coloca alguma adaptação e por aí vai um loop que muitas vezes pode durar anos.


Falo isso por experiência própria, e posso dizer que foi a melhor coisa que poderia ter acontecido, por mais frustrante que seja mostra que o mercado não é simples, fácil ou até mesmo um jogo.

Sempre gostei de estudar o mercado, após o fechamento, antes da abertura, durante o pregão, aos finais de semana, um viciado.


A curiosidade de achar um indicador “mágico” me fez colocar todos os indicadores possíveis e disponíveis na tela, mistura-los, assistir vídeos de operacionais, saber como eles funcionam e o que eles fazem.

Essa foi a melhor parte, conhecer as ferramentas que tenho e como posso usa-las a meu favor, porém se houvesse algo tão “mágico” assim eles não estariam disponíveis para todos.

Junto com tudo isso acontecendo, você se depara com grandes traders de sucesso que mostram boleta e te fazem pensar “cara é só isso? Eu preciso fazer o curso desse cara para ser igual a ele”.


Hoje eu vejo o quão valioso esse período foi, pois, aprendi uma coisa básica, não da para copiar o operacional de ninguém, pois, você não tem a confiança de quem criou aquele método, você pode não ter a margem daquele cara e sim, você nunca vai saber o que realmente ele faz quando a água bate na bunda.

Sempre o pai da criança vai achar ela perfeita e as pessoas de fora irão colocar algum defeito ou não vão ter a cara e a coragem de replicar aquilo de forma fiel, afinal, as vezes nem o criador segue o próprio operacional e acaba por sabotar as suas próprias operações.


O que ira te levar a confiança de um operacional é criar ele passo a passo, de forma única e com a sua identidade, característica. Para isso inclua suas variáveis, pense sempre de forma lógica como se fosse um robô mesmo, não deixe nada para a subjetividade, pois, será extremamente difícil e desconfortante lidar com ela na hora de operacionalizar na hora do trade com a emoção correndo.


Criando um operacional:

- Crie um padrão de entrada, estude indicadores, padrões, algo que te faça acreditar que ali você deve tomar uma atitude de compra ou venda.

- Crie um sinal de alerta, algo que faça ficar atento que uma possível operação pode surgir, isso é de extrema importância, vai lhe dar tempo de pensar e analisar o contexto, por mais que ela não seja baseada no contexto geral. Entrar em uma operação no “susto” é muito prejudicial para a confiança do trade e dos futuros trades, pois se ela da certo ficará corajoso demais nos próximos e se der errado você criará dúvidas.

- Estabeleça um STOP, sempre para validar um operacional valide um stop por pontos ou financeiro, isso irá retirar a subjetividade do “se eu não tivesse estopado teria dado certo”, esse pensamento poderá ser seu pior inimigo, emocional e financeiro.


Após criar um sinal de alerta e definir um stop, pegue períodos anteriores e valide, quantas operações deram certo (não importa o quanto de gain nesse momento) e quantas operações deram errado (dentro do stop definido). A partir desse ponto você já terá ideia da confiabilidade desse operacional.

Não adianta fazer isso 1 semana para trás, se possível pegue meses, lembre-se quanto mais dados você tiver mais confiante você ficará.


Agora é a hora que todos querem chegar, “quanto de lucro isso vai me dar?” Tendo uma confiança boa na assertividade do operacional, crie uma estratégia de saída, “até onde esse trade pode ir e o que eu tenho que ver para sair dele?” Esse dado vai te trazer o risco x retorno da operação o famoso 3 para 1 que todo mundo fala, o quanto você está disposto a ganhar para o quanto está disposto a perder.


Tendo a grosso modo tudo isso feito, vá para o simulador, pode ser replay ou durante o mercado e coloque isso em prática, sem hesitar lembre-se que seus estudos e a suas estatísticas estão a seu favor, o risco e o retorno estão calculados.


Não vá direto para a conta real, qualquer loss vai abalar sua confiança e desequilibrar o emocional.


Com certeza com esses passos, você poderá criar algo seu, que confie e faça de olhos fechados, sem medo de dar errado e pronto para colher o melhor resultado possível de cada operação.


Foi desta maneira eu surgiu a 1010, após criar um indicador, criar uma metodologia, valida-la e operacionaliza-la, hoje tenho a confiança em dizer que tenho algo confiável, funcional, simples e racional.


#daytrade #mercadofuturo #miniindice #ibov #bovespa #gain

16 visualizações

Parceiros

Parceiro
Educacional

t3.JPG

Plataforma

utilizada

logo-nelogica.png

© 2020 por Capital 10 investimentos e Educacional - Todo o conteúdo produzido pela Capital 10 não representa nenhuma recomendação de compra ou venda de ativos ligados ao Mercado Financeiro. Operações no Mercado de Renda Variável envolvem riscos substanciais e não há nenhuma garantia de ganhos. Estes conteúdos são produzidos com o principal e único objetivo Educacional, difundir conhecimento por meio de gráficos preços e indicadores. Não nos responsabilizamos por quaisquer prejuízos que o investidor tenha através do operacional apresentado.